Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

17 de jun de 2010

Ah como é bom escutar histórias!!!


Do titulo até o ponto final essa merece estar aqui. Só fiz o famoso copiar-colar:

Hoje fui levar D.Wayne para entregar suas vendas (um monte) e Maria Teresa, minha filha mais velha 17a, me ligou perguntando com o que combinava um sapato verde que ela havia achado em promoção.

Ela adora sapatos!!

Minha mãe falou: " Parece filha da mãe!! hahahaha! Mas também é sobrinha da Waldyra. A Waldyra adooorava um sapatinho! Tinha até um de crocodilo.

Quando ela trabalhava na fábrica ganhava um dinheirão. Eram um mil cruzeiros. Um dinheirão.

E "vorta-e-meia" ela chegava em casa com uma sacola no braço. Gostava de comprar, principalmente sapatos. De todos os tipos, modas, cores.

Teve um vez, que estava vindo embora pra casa e viu que um homem a estava seguindo. Ela usava um anel grande de topázio, virou o anel pra dentro da mão e meteu um tabefe que deve ter rasgado a bochecha do sem-vergonha!

Mas hoje estou mesmo é com muuita saudade da Walkíria. Ela fez, uma vez que fui num evento do Avon, um almoço delicioso com mandioquinha. Até hoje lembro desse encontro qdo como mandioquinha!

Então me "sorta aqui travez". Deus te abençõe minha filha. Obrigada pela carona..."

Eu é que agradeço mãe, pelas boas lembranças!
Um beijo cheio de amor pra todos

Boa noite!

Flavia

Faltam 115 dias para contarmos e ouvirmos histórias juntinhos!

É isso aí! Disse tudo minha priminha.

5 comentários:

  1. Que bom que voltou.....
    Estava sentindo-me orfã, novamente. Só agora vi que tinha dado o ar da graça e repondi esta mensagem para a Flávia no primarada, mas não coloquei que herdei da minha mãe essa paixão por sapatos. Não posso entrar numa sapataria para comprar um sapato...não sei comprar só um...atualmente, pouco saio, então, tenho só uns 30 pares..já tive mais de 150...rssss
    Quem sai aos seus não degenera....
    Não desaparece, não...tudo bem...fico ouvindo as músicas, visitando os blogs recomendados mas faz falta bater um papo....
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Parece que a família é alucinada por sapatos. Acho que está no nosso DNA.Com a história do sapato verde da Maria Teresa lembrei-me do MARAVILHOSO sapato verde que Wania Cristina comprou para o casamento da Soraya e do André. Chiquérrimo! Não vou citar nomes , mas teve gente que achou , pelos nossos rendimentos, que deveríamos comprar apenas sapatos pretos e marrons. Pode? Pobre não tem direito a um sapatinho verde ? Amarelo? Ou mesmo beringela? ( o meu , no casamento, fo desta cor) Tipo assim: 3 vezes no Visa. Lindos!

    ResponderExcluir
  3. Quero saber se existe alguma mulher da família que não ame os distintos. De chanel aos valentinos!
    Andando nos maltidos calçamentos :)

    ResponderExcluir
  4. PERGUNTA PARA A WANIA SOBRE O QUE ELA ACHA SOBRE SAPATOS. ÁLIAS ELA JÁ DEU A SUA OPINIÃO AQUI NO BLOG, MAIS OU MENOS 1 ANO ATRÁS, ELA ENCONTROU EM UM SITE UM APETRECHO DE POR NO SALTO....

    ResponderExcluir
  5. Hahhuashuahsuhau!!! Mamãe falou que o sapato de crocodilo era puuuro e caríssimo!

    E que sempre, sempre Tia Waldyra trazia alguma coisa pra casa. Chegou um dia com um negócio comprido pendurado embaixo do braço.
    "O que é isso, Waldyra?"
    "Uma escova pra tomarmos banho..."

    ResponderExcluir