Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

10 de mai de 2009

Alguém para se lembrar.

Hoje acordei e percebi que não é preciso ir muito longe para se ver e sentir Deus...Basta olhar pela janela! E Ele tem feito em minha vida, maravilhas... mesmo saudosa como acordei. Sinto, sim... saudades. E necessariamente não preciso de dias especiais para isto. Ela, a saudade é um sentimento único dentro de cada ser. O que tenho a dizer à vocês, que ainda tem suas mães vivas, nada mais é do que, o óbvio : aproveitem cada minuto que for possível, relevem tudo que possam aborrecer naquele momento, sorvam toda sabedoria que ela tem para dar, cada segundo é precioso para vocês. Minha mãe me conhecia bem. De trás pra frente, e neste instante diria para alguém do lado: "é assim que ela faz quando tá com saudade... fica falando pelos cotovelos. Quando fica muda, sái de perto..." Mas ela nunca saia, ficava perto falando.. falando.... Como eu agora! Alguns dizem que "herdei" muita coisa dela. Talvez eu tenha herdado tudo, o que muito me deixa feliz, pois as heranças que eu tenho, vão me acompanhar para sempre.
Mãe - hoje e todos os outros dias do ano são seus!
Enfim, Pessoas Lindas! A minha mensagem de hoje é mais que um pedido, é ainda regada à um pouco de esperança em acreditar ainda, por menor que seja, que a consciência humana em relação ao mundo que lhe cerca, vá além dos seus interesses intelectuais e das vantagens que se obtém nessa selva de pedra. Mas que se volte principalmente à atenção dedicada as mães e vocês que as tem perto fisicamente, ao amor incondicional que só uma mãe possui.
Queria deixar aqui registrado em letras garrafais, o presente que recebi antecipado pelo dias das mães, dado pela pessoa viva que mais prezo nesta minha existência - Minha muito querida madrinha Waldete. Obrigada por me proporcionar a alegria maior, nestes ultimos tempos. Sua presença, suas palavras, seu sorriso acalentador, sua paciência infinda, seu carinho... enfim, isso nunca ninguém poderá me dar igual. E para Senhora ofereço este poema, do qual não tenho a menor noção da autoria, mas que eu te dedico junto com todo meu amor :
"Não sei, Se a vida é curta ou longa demais pra nós, Mas sei que nada do que vivemos tem sentido, Se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes, basta ser: Colo que acolhe, Braço que envolve, Palavra que conforta, Silêncio que respeita, Alegria que contagia, Lágrima que corre, Olhar que acaricia, Desejo que sacia, Amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, Mas que seja intensa, verdadeira, pura... Enquanto durar".
E para terminar essa minha homenagem à minha mãe, à você minha madrinha e a todas as outras mães de nossa familia, ausento-me oferecendo essa musica :

2 comentários:

  1. sem dúvida uma linda homenagem..
    lindo blog
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Concordo, sem dúvida uma linda homenagem que minha mãe apreciou do começo ao fim. Envia suas bençãos e diz que está rezando para dar tudo certo.

    ResponderExcluir