Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

20 de mai de 2010

Faz um ano que o tio Wolney morreu

... E dá para acreditar?
NÃO!

Sinto falta dele. Sinto falta de seu carinho comigo, de sua atenção para o que eu dizia, de sua insistência em me pedir  o banquinho emprestado ao me ouvir dizer: "Tio, e eu não me lembro de você me dizendo que o que entra em sua casa não sai mais?" Ria muito (para não dizer gargalhando) mas não me desmentia.

Há cenas impagáveis do tio Wolney em minha memória, tais como ele na piscina boiando naquele bóia preta enorme com os braços soltos sobre ela e as pernas para frente e se aproximando da borda suavemente como se não fosse fazer nada. Tenho uma foto dessa cena e ainda colocarei aqui.

Lembro-me dele rindo de alguma coisa gaita que tivesse observado ou ouvido ao mesmo tempo que esfregava uma mão na outra animadíssimo com o fato.

Lembro claramente de perguntar a ele, quando criança, como ele fazia para olhar tantas coisas ao mesmo tempo enquanto dirigia seu carro. Ele respondia com seriedade: "Você começa olhando pra frente, depois vai para o retrovisor, depois para aquele lá, em seguida olhe para o painel e vá para esse retrovisor e volta a olhar para frente e começar novamente. É facil, Waninha, é só ficar olhando em circulo, dá certinho". Me recordo de ficar treinando no carro parado e me perguntando como ele não ficava tonto e nem com o olho torto...

São detalhes, sem dúvida, mas que marcaram fortemente o que sou hoje.
Tenho muita saudade do tio Wolney
Sua benção, tio.

6 comentários:

  1. Lembro-me que me levou para a igreja, para eu me casar, e rodava nas ruas próximas porque a madrinha Wania estava atrasada. Neste passeio , com o ar condicionado ligado ( maior chique - carrão Alfaromeo) me dizia: Mais Samaria, cê tá bonita , heim?! E brincava: " casando bonita já é meio caminho andado para dar tudo certo" rs!! E deu! Tô casada há 30 anos. Não foi sorte porque eu estava bonita e sim porque ele me levou a igreja! Saudade!

    ResponderExcluir
  2. Saudades enormes...acho que todos nós temos muitas lembranças desse tio sensato, bonito, gentil e acima de tudo amoroso. Lembro dele nos contando a novela, antes mesmo de acontecer...nós na maior empolgação com a cena e ele contava o desfecho...com a maior cara de sério...isso sem assistir a novela...muito bom!!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada as três pelos complementos e partilha.
    Sou grata

    ResponderExcluir
  4. Comprei um tamanco marrom e fui ajudar a Juliana a procurar apartamento em SP num feriado de 12 de outubro. Não faz muito tempo - 4 ou 5 anos. Chegamos exaustas na casa do tio Wolney pra devolver o carro dele. Estava sentada no sofá com as pernas esticadas e ele falou:
    "feeiinho esse seu sapatinho, hein??"

    Nunca mais consegui usar o tamanco!

    ResponderExcluir
  5. mora aqui em minha casa uma senhora que diz ser sua parente por favor entre em contato o nome dela e :Jandyra Wolney de figueiredo, filha de João ferreira Magalhães e de Palmyra Wolney Magalhães,por favor me lique 062 3255 23 07 Leonice

    ResponderExcluir