Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

16 de fev de 2010

Estou feliz pois encontrei uma trilha que nem Chico é

Ano dificil, muita dor emocional, intelectual e a  saude então se debilita e minhas defesas orgânicas estão rastejando nesse isntante, junto das graminhas de tão baixa que esta. Só poderia dar no que deu: O retorno temido da Herpes Zoster que traz consigo uma comitiva de dores indescritiveis. Duas ou três semanas atrás começou e agora estou tomando remedio como uma maluca. Ordens médicas: Descansar! Parece piada, mas sei que não é.

Algumas coisas começam a acontecer: problemas hidráulicos e, de tabela, chuveiro pifa. Além do que uma birosca que meu pai colocou nas portas de casa, para que não fiquem batendo, começaram a sair do lugar. O primeiro local onde se deu a expulsão do objeto foi no meu quarto. Maravilha! Você está com tudo , heim Wania, literalmente.

Há que se tomar providencias. Então vamos passo a passo: Desligar a chave geral; em seguida tirar o "corpo" do chuveiro para descobrir uma coisa (molinha de cobre) presa só de um lado, Pensei esso deve chamar-se resistencia. Na hora em que fui observar a coisa solta percebi que era facil ser recolocada e assim fiz (várias vezes) até que consegui ecaixar o "corpo" na peça grudada a parede. Um problema: Por conta da artrose não tenho força para virar completamente. Tentemos abrir o chuveiro não é Maria? É, claro. Mas não dá para apertar. Droga. tive de pedir ajuda para o André que cortava grama com a mãquina e headphones no lugar e bem alto.

A tarde veio e rapidamente encaixou a birosca. Minha felicidade foi indescritivel. Fiquei tão orgulhosa com meu feito que na mesma hora liguei para a Ly em São  Sebas para contar-lhe e, mesmo estando num circo com a Sophia e não escutando nada, disse que estava ao meu lado. Que bom!

Foi um banho maravilhoso com a resistencia retificada por mim . Uma mulher que faz! Depois arrumei as coisinhas que se soltavam e estranhamente fiquei olhando embevecida para aquilo com o olhar a meio pau e sorriso bestificado como se estivesse olhando uma flor, uma homem lindo, uma paisagem fantástica e comecei a pensar: Wania, você não está muito bem, que tal deitar? Deitei. E não lenbrei de mais nada.
Os relaxantes musculares estão fazendo efeito, durmo a toa a ponto de ir ao banheiro na madrugada e continuar dormindo na privada até assustar com o desequilibrio e voltar para a cama.

Agora, por exemplo já dei duas quicadas no ar enquanto escrevia.

Um dos probleminhas que tenho demonstrado é dificuldade para lembrar e pronunciar conceito de acordo com a frase e escrever sem trocar letras. Estou bem "cuitadinha". E a sensação é de ter pulado as quatro noites e duas matinês.

Vou sarar. E mais do que tudo vou abrir uma loja de consertar chuveitos e torneiras. Já comecei a baixar da internet tudo que se refere a valvula hidráulica. hehehehe

Fazia muito tempo que eu não sabia de mais nada e foi importante perceber que posso saber ainda.
Estou exatamente assim. Um mimo

5 comentários:

  1. Wania,
    Você está precisando rezar mais, primeiro pra pedir ao seu anjo da guarda ficar mais esperto e parar de baixar a "guarda". Não se deixe adoecer. E em segundo lugar para agradecer, que mesmo com seus problemas, ainda pode aprender e se descobrir capaz de coisas que você nem imaginaria! Parabéns! Continue se esforçando e daqui a pouco estará se achando "a" dona de casa! Também é preciso ser inteligente pra cuidar de casa, viu!
    Beijos e bom final de carnaval.

    ResponderExcluir
  2. O carnaval acabou, descansamos bastante, pois as crianças ainda, como dizia minha mãe dormem antes de nós, a propósito Wania obrigado pelo filme dos Leões, realmente é de babar, amanhã mostro aos fofuchos.

    Você sabe que a Fernanda tem razão quanto a esse negócio de rezar, e rezar mais, você sabe que funciona, quando preciso arrumar um chuveiro, ou uma torneira, ou alguma válvula de descarga encrencada, ou um cortador de grama, ou um abajur de lâmpada fosforescente, faço um cafezinho fresco, um pedaço de queijo minas, e convido o Tio Libaldo a me ajudar, quase sempre funciona, isto é conseguimos dar um jeito.

    Este final de semana levei as crianças para brincar o carnaval em Paraíso, consegui ficar na praça por meia hora, pois as pessoas jogavam água uma nas outras e espuma sem restrição de idade, uma coisa que foi me enchendo o saco, e fui embora, acho que não tenho mais idade para isso.

    No dia seguinte pela manhã, pensei em minha mãe quando passava em frete de casa para ir ao clube brincar o carnaval no clube, e ela estava sempre na janela e me chamava para me cheirar e verificar o quanto já tinha bebido fazer as mesmas recomendações, tempo bom que volta em lembranças.
    Qual foi a minha surpresa, uma hora depois a Flavia ligando dizendo que ia fazer uma visita, com Marina, Maria, Guilherme, e Tia Wayne, que me fez rir de montam, e matar as saudades do tempo que ainda volta é rezar um pouquinho e pedir que ele volte, ou pelo menos preenchemos aquele pedaço do coração que nos ajuda a concertarmos o chuveiro, ou a torneira.

    Beijos Wania, beijos Fer.

    ResponderExcluir
  3. Uma trilha com cara de Chico??
    Chico Trilha???
    Quem está com cara de foca sou eu, isto sim.
    Wania, me economiza... é que eu "estou" pouca!
    ai..ai..ai.. recuerdos de ipacaraí??? Ipetarati? ipecaria?? ah.. sim, de Itajaí?
    No..no..no

    ResponderExcluir
  4. É muito bom saber que somos capazes.
    É gratificante conseguirmos apertar um parafuso quando a dor dilacera cada junta de nossas mãos.
    É importante olharmos para o nada e enchergarmos o infinito em que nossas vidas orbitam.
    Tudo isto é primordial porque nos mostra quem somos. Informa que somos parte de algo maior e exuberante; que somos pedintes e benfeitores e, principalmente, que estamos vivos!
    E, por estarmos vivos, somos frágeis guerreiros.
    Muitas batalhas já foram vencidas, colinas foram conquistadas, posições foram mantidas. Para que a paz seja alcançada, faz-se necessária uma trégua nessa luta diária. Aproveite a trégua! Crie novas estratégias para o que há de vir. Peça proteção e siga em frente. Só há vitória após uma cruel batalha!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Ô lerda, quer fazer o favor de ficar parada!
    Já está com a mão doendo, com o pé estrupiado, quer o que mais???
    Sossega este facho... ou seria faxo, ou fasso?
    hiiiiiii não dá, estou pouca messss, não está dando para gastar.

    ResponderExcluir