Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

21 de mai de 2009

Torne-se um lago...

O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse. - "Qual é o gosto?" perguntou o Mestre. - "Ruim " disse o aprendiz. O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago, então o velho disse: - "Beba um pouco dessa água". Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou: - "Qual é o gosto?" - "Bom!" disse o rapaz. - Você sente gosto do "sal" perguntou o Mestre? - "Não" disse o jovem. O Mestre então sentou ao lado do jovem, pegou sua mão e disse: - A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende aonde a colocamos. Então quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido das coisas. Deixe de ser um copo. Torne-se um lago...
Hoje se faz necessário tornar-se um lago. Todos nós precisamos tornamos-mos um lago!
Estamos todos, sentindo uma dor que dói muito. Parentes, meus queridos parentes... Sozinha aqui fico pensando nesta/nessa dor. Sentindo ela lancinante em meu peito e imaginando a dor dos que são frutos direto dessa perda. Olguinha querida, Guto amado, Doce Ju e delicada e muito presente Déia... e todos os demais frutos dessa linda família. Sei perfeitamente mensurar essa dor e compactuo com vocês, todo este sentimento. De longe, estou aqui tentado ser um lago... um lago imenso. Deus dará essa possibilidade para vocês e para todos de nossa família. Ele é tão poderoso que dará o conforto necessário para mostrar que tudo é, e sempre será pelo amor Dele.
A VIDA NOS ENSINA SEMPRE A SER UM LAGO.

7 comentários:

  1. Tudo está bem. é bom o duro inverno; depois virá a primavera. Depois que eu acabar, outros começarão, assim como muitos tiveram que parar para que eu começasse. As coisas são assim, e é preciso aceitá-las como são. Eu acabarei, outros me seguirão. E, em sua incessante ascensão, o homem vai voar cada vez mais alto e mais longe. Tudo está bem. Essa é a vitória do homem sobre a morte.
    Olga, Ju, Guto, Déia e todos os demais....Dói...dói muito...mas aprendemos com a dor e nos tornamos mais fortes.Embora o cálice da dor queime nossos lábios devemos lembrar que esse cálice é feito do material que Deus umedeceu com Suas lágrimas.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com as duas em gênero e grau.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Todas nós aqui sabemos verdadeiras essas palavras! Esse ano serão 11 anos sem Zé Ireu físico. Mas são 11 anos de Zé Ireu no coração batendo mais forte e poderoso com todos os seus ensinamentos...

    ResponderExcluir
  4. São 12 sem a mamãe e 11 sem o papai....ae para a qual teo saudade, hoje, não dói tanto....ela é carregada das lembranças felizes... uma dor crõnica ....fininha....que incomoda sempre, mas com a qual nos acostumamos....e temos remédio..rir dos momentos inesquecíveis....contar casos...conversar com o coração.
    beijos

    ResponderExcluir