Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

6 de fev de 2009

Penso que seja para guardar

Mais um post que se tornou necessário. A lembrança de Renata que nos remeteu a algo importantíssimo, jovens primos /sobrinhos: O saber ouvir música de qualquer tipo ou idade, sem preconceitos. Aprendemos com várias pessoas mas essa é especial: Nossa avó Hilda. Obrigada, Re "Malandrinha" Freira junior feita em 1927 Re arranjada pelo Martinho da Vila na década de 70 Malandrinha é de 1927, do compositor FREIRE JUNIOR. Nascido em Santa Maria Madalena em 04/08/1881. Faleceu no Rio de Janeiro em 06/10/1956; era dentista mas também músico, tendo estudado piano estimulado por Chiquinha Gonzaga; no período de 1919 a 1956 escreveu e encenou 172 peças teatrais. Malandrinha é um dos seus maiores sucessos. Dárcio Fragoso A lua vem surgindo cor de prata No alto da montanha verdejante A lira do cantor em serenata Reclama da janela a sua amante Ao som da melodia apaixonada Das cordas do sonoro violão Confessa o seresteiro à sua amada O que dentro lhe dita o coração Ó linda imagem de mulher que me seduz Ah se eu pudesse tu estarias num altar És a rainha dos meus sonhos, és a luz És malandrinha não precisas trabalhar Acorda minha bela namorada A lua nos convida a passear Seus raios iluminam toda a estrada Por onde nós havemos de passar A rua está deserta, oh vem,querida Ouvir bem junto a mim, o som do pinho E quando a madrugada, já surgida Os pombos voltarão para os seus ninhos Ó linda imagem de mulher que me seduz Ah se eu pudesse tu estarias num altar És a rainha dos meus sonhos és a luz És malandrinha não precisas trabalhar Música: Malandrinha Autor: Freire Junior

11 comentários:

  1. QUERIDA wANIA!
    È ESSA MUSICA MESMO, TENHO GUARDADA AQUI EM MINHA MENTE, E SEMPRE PEDIA PARA A VÓ CARTAR ESSA MUSICA PARA MIM, AINDA HOJE ESTAVAMOS REUNIDOS AQUI EM CASA PARA O ALMOÇO E FALAVAMOS DO SEU BLOG PARA MAMÃE, E ELA CANTOU A MUSICA PARA NÓS, MUITO BOM TERMOS RECORDAÇÕES DE INFÂNCIA, FAZ BEM A ALMA.

    ResponderExcluir
  2. Passando, não poderia deixar de registrar algumas letras...
    Lembranças: seu nome é RENATA!
    Eita meninina cheia de causos para contar...
    Os dela, podem ser publicados, mas os meus, tem alguns que são impublicáveis!!!!!!!!!
    Mas essa música foi tirada lá do fundão.
    Eu só saberia descrever os " murmúrios " emitidos com os labios fechados da vovó!
    E a música a qual, Renata é homenageada, não podia ser mais pertinente.
    Até estou vendo ela dançando :)
    Renata, vá treinando, maio nos aguarda!
    Já contratei um personal dance, e estou com aulas intensivas de tarde, de noite e porque não falar depois das 10hs PM, sim pois, Tatinha só é humana à partir deste horário!
    E vamos nós... Weber que nos aguarde!

    ResponderExcluir
  3. Querida Wania, adorei a homenagem, estou lisongeada.
    Arpoveito tb p/ indicar um filme bem água c/ açucar, mas muito gostoso de assistir "MAMA MIA" c/ a Merryl Streep.

    ResponderExcluir
  4. Sei que o que direi aqui, agora, nada tem a ver com o post... mas para quem interessar possa, venho de público dizer que hoje, dia 12, um dia depois do aniversário do André :) e do Klauss :( , sinto-me um pouco melhor quanto a um sentimento que fez gracinha em meu viver, por quase dois meses. Hoje sou uma outra mulher, no que se refere a "continuar" íntegra, autêntica, sincera e acima de tudo, amiga, mesmo que nas adversidades.
    Wania, amada Wania, como sempre, minha cúmplice, minha amiga e principalmente aquela que não julga ninguém.
    Minha aliada, te dou uma "honra ao mérito" pelo apoio incondicional, mesmo conhecendo minhas fraquezas e principalmente me apoiando, sabendo que sendo humana, como sou... sempre serei passível de "tentações".
    Talvez o restante esteja com cara de interrogação... continuem assim!
    Esse comentário e meu e da dona do Blog.
    hehehehe Sei que bundas vão ser mordidas, para querer saber, pois "os almeidas" são muito curiosos! hehehhe Eu sou uma ALMEIDA também!

    ResponderExcluir
  5. Minha querida Tatinha,
    sem interrogação não haveria solução, certo? Então vamos nos sentir interrogados e interrogando, pois é muito rico.
    Achei uma graça seu comentária, além de instigante. Sinta-se segura, tranquila e felizzzzzz!
    Mamãe manda um beijo para todos e eu também é claro.

    ResponderExcluir
  6. http://www.abril.com.br/imagem/bocejo-mulher-loira.jpg
    As horas se arrastam hoje...
    Sobre interrogatórios, prefiro não comentar...
    Aline sabe o quanto sou "judiada" pela inquisição, dia e noite, até mesmo em sonhos.
    Mas estou segura, traquila, feliz e plena!
    Olha que palavra profunda : "PLENA"
    Mas as "duas" sempre ficam por perto, me rondando, esperando eu baixar a guarda para dar o bote!
    Mas sempre firme e alerta!

    ResponderExcluir
  7. Waninha!!!! Que surpresa sua visita lá no meu blog, acabamos de colocar no ar.... volte sempre!!!
    Bjks
    Andréa

    ResponderExcluir
  8. De volta a um assunto que não diz respeito ao post, mas que de certa forma as lembranças de um tempo vivido, bem vivido... são necessárias serem colocadas.
    Há mais ou menos 40 anos atrás, surgiu uma música, com uma letra, onde dizia de um "era mágica" Onde tudo era possível, onde a conjunção estaria com marte, na "tronazesima casa" .... etc...etc....
    Bem o que eu quero dizer aqui que ontem, dia 14 de fevereiro, aconteceu essa tal falada conjunção, aquela em que se fala na música "Age of Aquarius"
    Na minha juventude, era um hino ao amor!

    "Harmonia e compreensão

    Simpatia e confiança abundante

    Sem mais mentiras ou ridículos

    Sonhos dourados e partilha das visões

    Revelações em cristais mágicos

    E a verdadeira libertação das mentes

    Aquarius! Aquarius!"



    Olha só que estrofe bonita, sem a conotação de "paz/amor/drogas e rock-and-roll, pois para mim, não existia "paz/amor/rock e muito menos drogas".
    Quem tiver maiores intresses sobre o assunto, eis algo sobre : http://mickbernard.blogspot.com/2009/02/alinhamento-em-14-de-fevereiro-comeca.html

    Sinto que algo de bom vai começar para mim, nessa "era" :)

    Katya-também-é-cultura

    ResponderExcluir
  9. Parece que só eu existo, ou melhor... formularei melhor minha "introdução" (não sei porque mas acho essa palavra tão sensual!!)
    Virgem... que angú!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Vamos lá... devagar Katya:
    Sinto sozinha num mar de pessoas que poderiam estar colocando aqui, muitas coisas boas. Mas não estou cobrando isto, apenas estou me sentindo um pouco abusiva e impondo minha presença em demasia. Não falo isto pela dona do blog, mas sim pela ausência dos demais...
    Enfim, cheguei até aqui, para pedir que alguém clarei minha mémoria, de como chamava aquele pianista maravailhoso, filho de um outro músico fantástico, que atuavam no Pub "One More Time".
    Um negro lindo, alto e muito elegante, que tocava, cantava e encantava... ah! como ele encantava! Nossa! Que passado delicioso!
    Quem me conhece bem, sabe que aquele pub era a minha cara. Tá... daqui a pouco, algum engraçadinho, sim, pois na nossa familia, existem muitos engraçadinhos, inclusive eu, vai dizer que eu tenho cara de pub!!!!!!!!
    Digam e verão uma mulher com classe, despreza-los! hehehehe
    Mas Wania Cristina, como era o nome daquele cantor?????? Ainda existe este bar? Ele ainda é vivo? heheheh lembrei da Renata agora! heheh
    You know something about the boy, my dear?

    ResponderExcluir
  10. Falei.. Falei... e não coloquei o porque do post anterior : "Penso que seja para guardar!"
    Ele cantava "I LEFT MY HEART IN SAN FRANCISCO", como ninguém!!!! Não tinha Tony Bennett que batesse aquela intepretação.
    Não querendo desmerecer o famoso Tony, claro!

    ResponderExcluir
  11. É tão bom guardar recordações!
    Com a chegada de mais um Carnaval fiquei relembrando os carnavais de Paraisópolis!
    Nunca tive em São Paulo uma noite sequer de Carnaval que se igualasse àquelas.
    Eram rostos conhecidos....fantasias engraçadas...Bloco dos Almeidas....e mesmo não sendo uma grande foliã.....o coração batia a mil mesmo sem pular no meio do salão.

    ResponderExcluir