Parentes queridos parentes

O que são parentes? Como surgem? São importantes? O que nos acrescentam? É sobre essas questões que me proponho a pensar e falar mais do que qualquer coisa. Não que outras coisas não sejam importantes.

22 de nov de 2011

Hoje é dia do meu aniversário!

Sempre tive muita dificuldade para lidar com meu aniversário. Passando em revista, dos 59 anos vividos os últimos 43 anos nunca foram como eu gostaria; minto,  a passagem para meu 40º aniversário vivi como queria. De resto sempre foi o que não gostaria.

Tenho fama criada de não gostar de fazer aniversário e hoje, mais precisamente agora cheguei a conclusão que é por timidez principalmente. Não sei me comportar no meu aniversário. As pessoas me cumprimentando obrigatoriamente ou não, me olhando, sempre me constrangeu.

Nos últimos anos tem sido mais fácil pois já sabem como eu sou/estou e todos são mais "formais" digamos assim no meu aniversário. Ninguém é efusivo e graças à Deus não me fazem ´festa surpresa` que era o ápice do constrangimento para mim.

Na verdade penso que o que mais gostaria de fazer no meu aniversário era  literalmente fazer o meu aniversário, ou seja, criar, bolar, investir nela. Sonho em dar uma festa de aniversário ou não mas do meu jeito, com minhas características, do modo que quisesse planejando cada detalhezinho. Seria tão legal! Mas ainda não tive oportunidade.

Curioso isso: Nunca preparei uma festa, bolei uma comemoração ou seja lá o que for. Desde um simples chá de cozinha até um pequeno convescote ou picnic. Não sei se sou capaz. Acho que devo ser por que afinal não deve ser algo tão complexo assim. Porém ainda não tive oportunidade. Sinto que há uma certa insegurança que exala de mim quanto a minha capacidade de fazer e elaborar coisas. Não há nisso nenhum sentimento de inferioridade é simples constatação.

Se tenho alguma ideia ela é logo engolida por outros e de repente estou atrapalhando com minha famosa falta de jeito. Essa é outra das minhas constatações: sou comodista e fiz do comodismo um certo distanciamento de mim mesma. Coisa de gente tantã.

Bom, quero desejar à mim Feliz aniversário e muitos anos de vida. É isso. Simples assim.

13 comentários:

  1. Simples mas funcional e original, nunca desejei feliz aniversário a mim mesmo, é a coisa mais certa a se fazer, pois gostar de si próprio é gostar dos outros é gostar da vida.
    mesmo que você fique um pouquinho constrangida, parabéns, felicidades, realize todos os seus sonhos com muita saúde e alegria.
    E só para relembrar, continue escrevendo.
    falei com papai agora pelo telefone e também lhe manda um beijo pela data, ficou de lhe contar uma historia de uma carta de amor encontrada em uma casa escrita em 1891 que vai mandar a você uma cópia e lhe contar como foi o ocorrido é bem interessante.

    beijos, Valeria, Geórgia, Pedro e Wander

    ResponderExcluir
  2. Sei que ando ausente, mas não é só daqui não... ando ausente até de mim mesma.
    Parabés minha amiga/prima/irmã de fé camarada.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Feliz aniversário! Muita saúde e muitas alegrias no seu ano novo! Paz! beijos
    Wanilda

    ResponderExcluir
  4. Wania, que bom que hj temos essa capacidade de analisarmos a nós mesmos, guardar o que nos agrada, dar fim ao que nos desagrada e aceitar os fatos que não mudam...somos assim, ponto. Mas o melhor de tudo é gostarmos do que vemos. Fazemos sempre o nosso melhor, não necessariamente tem que ser o melhor para o outro, só para nós mesmos.
    Ontem conversando com o Hélio vi uma psicologa atravessando a rua e disse a ele que ela era meio tantan e ele brincou comigo que é quase impossivel conhecer uma que não seja, e eu na mesma hr concordei. Ainda não estou mto tantan, mas ficarei...acho ótimo ser assim. Parabéns pelo niver...59 anos não são alguns dias...vc é uma sobrevivente do mundo em que vivemos. Tenha um dia bem agradável e uma ano novo melhor ainda. beijão bem apertado pra vc.

    ResponderExcluir
  5. Oi Wander, que palavras lindas que disse. Fiquei muito emocionada e agradecida com sua gentileza.
    Além do que fiquei muito curiosa para saber mais detalhes da carta do século XIX que esta com o tio. Adoro essas coisas.
    Um beijo para vocês, Georgia, Pedro, Val e você, além, é claro, para meu tio único.
    Wania

    ResponderExcluir
  6. Oi Katya,
    Sei por vivência que você é a ausente mais presente que existe. Deve ser mania de Costa Pinto essa coisa de ficar atrás da moita, né?
    Obrigada querida.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  7. Oi Wanilda, obrigada minha irmã sempre presente pelo seu carinho e atenção, viu?
    beijos gratos

    ResponderExcluir
  8. Fernanda fofa querida,
    Suas palavras casam muito com meus pensamentos e, mais do que isso sinto a presença e a sinceridade no tom, sou muito grata.
    Observou como encheu de comentários nossos blog? hehehehe

    ResponderExcluir
  9. Wania!
    O que dizer? Como, neste momento não a constranger? PARABÉNS!!!!
    São 21.535 dias vividos cada segundo! Se todos valem a pena?! Que importa? Estão aí....cravados na pele, no coração e na alma!
    É com a experiência adquirida na vivência deles que você é, hoje, a maravilhosa mulher que é!
    Seja feliz
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Parabéns querida prima! Desejamos muita paz, saúde e felicidades. Você merece!!! beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Laura,
    Nossa , eu não tinha noção do quantos dias, Meu Deus!
    Sem dúvida é tempo que não acaba mais. Obrigada pelos votos querida. São recebido com carinho, viu?
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Kenya,
    Você me fez lembrar de minha mãe agora: Toda vez que perguntavamos o que ela queria de Natal sempre falava (e ainda fala) Paz, minha filha, é isso que quero. Conclui que ela tem razão. E, portanto, recebo com a naior alegria os votos de paz, saúde e felicidade. Muito obrigada e um beijo grande para todos, viu?

    ResponderExcluir
  13. Realmente prima, com Saúde e Paz, o resto que precisamos para viver, a gente corre atrás...
    beijos

    Kenya

    ResponderExcluir